fbpx

A visão objetiva de um treinador

A visão objetiva de um treinador

Texto cedido por: https://futebol-de-formacao3.webnode.com/l/a-visao-objetiva-de-um-treinador/

Quando o Professor Mario Henrique me pediu algumas palavras, fiquei Feliz e ao mesmo tempo apreensivo, feliz porque conheço o Mario quando ainda era atleta do Mirassol no interior de São Paulo, na época eu fui atleta do seu saudoso Pai, Professor Tim, supervisor/técnico do Mirassol em 2002, mas apreensivo pela responsabilidade de estar escrevendo no seu blog para varias pessoas.

Mas pedi para escolher o assunto e ele prontamente atendeu, expliquei que não tenho habito de escrever em blogs, por isso estava apreensivo e se fosse para escrever o que penso do Futebol iria facilitar, então vou tentar resumir como vejo o futebol.

Em minha opinião quem dirigi, trabalha e torce no futebol, deve saber que existem diferenças para comandar, trabalhar e torcer para o profissional e para a base,parece óbvio,mas geralmente o que falo é obvio, porque o” Futebol é simples,mas o mais Difícil é jogar futebol simples”, acredito na frase de Johan Cruyff (Atleta da seleção holandesa e técnico do Ajax,Barcelona e Catalunha falecido em 2016).

Pensando assim acredito que o futebol pode ser um esporte competitivo, vistoso e emocionante;

Competitivo; Por trabalhar e viver o futebol assisto a varias partidas de diferentes equipes em momentos também diferentes, sendo assim consigo observar o quanto estas equipe evoluem no seu jogo e resultados, características a meu ver que tem relação com a competitividade

Vistoso; Aprecio uma partida onde atletas e conseqüentemente equipes estão com um desenho organizado em campo, sincronia entre movimentações e passes, que mesmo assim aparece o improviso, podendo ser uma assistência ou interceptação desta e o drible que no lugar certo e momento certo é quase que um grito de gol

Emocionante; Quando vejo partidas de equipes que além de buscar o gol ela tente dominar o adversário durante o jogo com a finalidade de conseguir o objetivo de momento, digo de momento porque às vezes o gol mesmo sendo o objetivo do futebol, nem sempre ele é a única opção para chegar aos objetivos planejados e ai é que equipes tornam-se especiais, sabendo como manter um placar favorável.

A meu ver querendo ficar com a bola, não entregar ao adversário, ou seja, uma posse de bola e retomadas eficientes, manter o adversário em uma determinada região do campo aonde a sua equipe consiga ter o controle sobre ela e mesmo não necessitando do gol, estar em busca dele. Não quero com estas palavras impor minha ideia ou mudar o conceito de ninguém, visto que eu mesmo estou aberto a mudar a minha,mas de momento é o futebol que aprecio e conseqüentemente é o que busco nas equipes que dirijo, acredito que ajuda o garoto a ter alguns conceitos fundamentais para sua formação.

Orlando Ribeiro

Prof. Orlando Ribeiro – Técnico do Sub 20 do São Paulo FC

Formado em Educação Física pela Universidade de Mogi das Cruzes/SP

Licença Pró CBF Academy

Técnico Categoria Sub-20 São Paulo F.C