Atlético domina a seleção da Taça BH, dentro e fora do campo

Atlético domina a seleção da Taça BH, dentro e fora do campo

Já bate aquela saudade quando o assunto é Taça BH!

A competição se encerrou nesta terça-feira(31/07), e teve o aguerrido e muito bem postado taticamente, Atlético Mineiro como campeão.

Fizemos nossa seleção, afinal como brasileiros que somos, temos sempre um pouco de técnico de futebol em cada um de nós.

Então vamos lá !

Marcelo – Goleiro do Fluminense

Seguro e muito ágil o jovem goleiro do Fluminense, se destacou por ter defendido pênalti decisivo contra o Vasco.

Nathan – Lateral direito do Vasco

Fantástico, técnico e muito habilidoso mostrou muita qualidade e consistência em todos os jogos da competição.

Yago – Zagueiro do Juventude

Primeira fase quase perfeita, enfrentou o Atlético se comportando como líder em campo.

Lucas Fasson – Zagueiro do São Paulo

Excelente perna esquerda, antecipa os atacantes adversários com facilidade, além de muito seguro nas bolas altas.

Erik – Lateral esquerdo do Internacional

Dos grandes destaques desta Taça BH, se infiltra com facilidade, rápido e inteligente, jogou ainda no meio campo na partida contra o Vasco.

Samuel – Volante do Atlético Mineiro

Qualidade na saída de bola é seu forte, ambidestro, não erra passe, merece a titularidade.

Talles – Meia do São Paulo

Muita facilidade para preencher os espaços em campo, um meio campista que também da qualidade na saída de bola além de chegar muito bem a frente.

Marcos Paulo – Meia/Atacante do Fluminense

Muito acima da média, seus cinco gols foram decisivos, incluindo o da final.

João Pedro – Ponta esquerda do Fluminense

A dupla com Marcos Paulo forma o casamento perfeito, técnico, rápido, driblador, protege a bola como poucos.

Thiago – Atacante do Atlético Mineiro

Velocista de muita qualidade, foi decisivo, perfeito na puxada de contra-ataques da equipe do Atlético.

Guilherme – Centroavante do Atlético Mineiro

Forte, valente, não tem bola perdida, além de uma perna canhota muito precisa, foi o artilheiro da competição com sete gols, não poderia ficar de fora desta seleção.

Leandro Zago – Treinador do Atlético Mineiro

No comando desta equipe o melhor treinador da competição, fez seu time jogar como poucos, participativo na beira do campo, fez a leitura perfeito dos jogos, sua equipe se comporta como ele quer, taticamente perfeita nos jogos contra Flamengo, São Paulo e Fluminense na final.

Como uma seleção é formada por um grupo e não somente formada por 11 titulares, temos mais atletas que merecem estar no grupo, são eles:

Goleiro – Lucão (Vasco)

Laterais – Lucas Sena (São Paulo) e Riquelme (Vasco)

Zagueiros – Davi (Fluminense) e Yago (Atlético Mineiro)

Meias – Jonathan (Internacional), Netinho (Atlético Mineiro), Ed (São Paulo)

Atacantes – Talles (Vasco), Golderson (América Mineiro) e Luis Filipe (Atlético Mineiro)