fbpx

POR QUE NO PASSADO SE FORMAVA MELHORES JOGADORES?

POR QUE NO PASSADO SE FORMAVA MELHORES JOGADORES?

Nascido e criado em Belo Horizonte, na minha época era comum ver nos campos de pelada, chão batido, terra e principalmente nas ruas, amigos que se encontravam para uma boa resenha e aquele futebol com traves formadas por chinelos.

Jogávamos a rua de baixo contra a rua de cima, bairro contra bairro e quando a brincadeira ficava um pouco mais séria, era nos colégios ou time do próprio bairro que os boleiros se apresentavam.

Não, esta definitivamente não é uma retrospectiva da minha vida, talvez seja uma constatação do que vejo ao comparar a minha infância e adolescência com a do meu filho de 8 anos (atualmente com 11 anos).

Sabe quantas vezes os meninos da minha geração perderam a tampa do dedão?

Todos os amigos da minha época sofreram com este fato, ralados por carrinhos e tombos diversos.

Havia um bairro específico em BH que era conhecido pelos inúmeros campos de várzea posicionados um ao lado do outro, acredito que pelo menos uns 30 campos existia no São Gabriel.

Reforço para que com certeza esta tenha sido das principais justificativas para que não tenhamos mais, grandes jogadores, em quantidade sendo formados nos grandes centros, afinal, os campos deram lugar a prédios e ao invés dos garotos irem para rua, hoje jogam videogame e quando praticam esportes são nas “escolinhas” nem sempre sob a supervisão de profissionais capacitados para tal.

Eu sei que o crescimento e a violência das grandes cidades influenciaram diretamente nesta constatação, mas, de que forma podemos contornar esta dificuldade? Afinal os campos não voltarão a existir e continuaremos formando jogadores medianos.

Lembre-se da sabedoria da água, ela não discute com seus obstáculos, ela simplesmente os contorna.